Wednesday, April 14, 2010

Fantastico e mau jornalismo

O famoso programa da Globo Fantastico mostrou uma materia que qualquer pessoa um pouco inteligente poderia ver que algo erado. Uma materia que documentava uns fatos tristes realmente da medicina ortomolecular que por anos não é regulamentada pelo governo por varios intereses. Consequencia hoje atual usando o nome ortomolecular pessoas que não são médicos, e fazem ma uso do nome e da ciencia. Entre os médicos que aplicam a ortomolecular tem profisionais que são ruins, mais tem outros que são brilhantes médicos, como acontece em todas as atividades humanas. O fantastico tentou difamar a medicina ortomolecular mostrando repetivamente scenas que são inaceitaveis para qualquer pessoa sana...
A materia parece ser financiada pelos laboratorios ou seja qual interesse contra de uma medicina que tenta se adaptar e responder situações da vida moderna. Não sou defendor da medicina ortomoelcular mais realmente gostaria saber porque os jornalistas não intervistarom médicos líderes neste ramo. coincidencia que justamente agora que foi regulamentado a medicina ortomolcular saiou esta materia?

A mídia 100 anos atrás e a mídia atual: nada mudou. Reflexões sobre o Programa do Fantástico da Rede Globo de Televisão de março de 2010.
       José de Felippe Junior
 Foram 2 anos de reuniões em Brasília de Comissão escolhida pelo Conselho Federal de Medicina (CFM) para estudar a regulamentação da Medicina Biomolecular  / Ortomolecular  no País. Trabalho extremamente sério que foi discutido e avaliado por 25 membros da Plenária do CFM, dignos médicos representantes de cada Estado da União. Horas e horas de discussão. Afinal foi aceita por unanimidade uma proposta que ficou conhecida como Resolução 1938/2010 que regulamentou a Estratégia Biomolecular e Ortomolecular no Brasil. 
E o que acontece com a mídia que não se importa com a verdade? Faz Programa chamado Fantástico na Rede Globo e não mostra o árduo trabalho do Conselho Federal de Medicina, somente mostra que existem seres humanos sem escrúpulos que usam um bom nome para enganar o povo. Editoração e jornalistas com inteligência somente para mostrar facetas espúrias de seres humanos. Como se todos nós brasileiros não soubéssemos que seres humanos são assim mesmo, existem de todos os tipos. Perda de tempo de pessoas com intelecto restrito mostrar o que todos já sabem. Entretanto, o que existe por trás de tudo isso? Será que a culpa é realmente dos jornalistas ou repórteres, simples funcionários das grandes empresas de mídia?
Há 100 anos já aconteciam fatos semelhantes na mídia, dita séria, conhecida como honesta e que somente estavam pensando em manter os seus patrocinadores. A verdade? Ora bolas o que é isso? 
Era bastante conhecido, bem antes da década de 1940, que o dinheiro da propaganda influenciava a mídia. Na verdade, isso ficou sabido não mais tarde do que a década de 1880. Em outras palavras, por mais de 100 anos, a mídia compreendeu claramente que se você diz coisas que são verdadeiras, mas, que reduzem os lucros dos seus anunciantes, você rapidamente perderá não somente a receita da propaganda daquela companhia, mas, possivelmente, de muitas outras companhias também (que também temem qualquer tipo de honestidade). 
Consideremos esse trecho da fala de um famoso jornalista a um grupo de outros jornalistas, ocorrida na década de 1880: 
• "Não existe nada como uma imprensa independente, na América, até o dia de hoje da história do mundo [1880]. Você sabe disso e eu sei disso. Não há sequer um de vocês, aqui, que se atreva a escrever suas opiniões honestas, e se o fizesse você sabe de antemão que elas nunca apareceriam escritas. Eu sou pago semanalmente para manter minhas opiniões honestas fora do jornal ao qual eu estou ligado. A outros de vocês são pagos salários semelhantes para coisas semelhantes, e qualquer um de vocês que fosse bobo o suficiente para escrever opiniões honestas estaria na rua, procurando outro trabalho. 
Se eu permitisse que minhas opiniões honestas aparecessem em um número do meu jornal, antes de vinte e quatro horas meu trabalho teria desaparecido. O serviço dos jornalistas é destruir a verdade, mentir completamente, perverter, deturpar, difamar, bajular a riqueza e vender seu país e sua raça [humana] em troca do seu pão de cada dia. Você sabe e eu sei, e que asneira é essa de brindar a uma imprensa independente?   
Nós somos ferramentas e vassalos de ricos homens por trás dos bastidores. Somos os “jumping jacks”, eles dão corda e nós dançamos. Nossos talentos, nossas possibilidades e nossas vidas são propriedades de outros homens. “Nós somos prostitutas intelectuais”
John Swinton (1829-1901) proeminente jornalista de Nova York e chefe do corpo editorial do New York Times. Citado numa noite entre 1880-1883. Transcrito por Upton Sinclair no seu livro de 1919:
The Brass Check: A Study of American Journalism, página 400
Mesmo embora Upton Sinclar fosse famoso em 1919, porque ele estava criticando a corrupção na mídia, ele teve de bancar financeiramente a publicação do seu livro. 
Absolutamente nada mudou desde a década de 1880 e continuam a existir programas como o Fantástico da Rede Globo. 
Como resultado, dos 3 bilhões de dólares gastos pela indústria farmacêutica com a mídia nos EEUU, é requerido aos jornalistas norte-americanos que sejam altamente, mas, altamente mesmo leais à indústria farmacêutica. Um único escorregão verbal de um jornalista, no ar ou fora do ar, irá custar-lhe o emprego. A aprovação prévia dos anunciantes é exigida para se dizer algo levemente negativo sobre a indústria farmacêutica. 
Essas mesmas regras se aplicam à maioria das indústrias, não somente às indústrias farmacêuticas.  
Ao saber que a Resolução 1500/1998, que ajudamos a redigir há 12 anos estava para ser revogada, voltamos ao Conselho Federal de Medicina como representante da Estratégia Biomolecular. Foram 14 Reuniões em Brasília durante o período de 2 anos e duas Reuniões Plenárias com a presença de cada um dos dignos médicos representantes dos Estados da União. Foi aceito por unanimidade o texto que passamos a escrever de maneira mais clara, em linguagem não jurídica.

Desta forma a Medicina Biomolecular / Ortomolecular foi novamente regulamentada pelo CFM e a antiga Resolução 1500/1998 foi homologada na Resolução 1938 / 2010. 

Transcrição da Resolução 1938/2010 em linguagem não jurídica, isto é, a verdade sobre o que o Conselho Federal de Medicina escreveu quando Regulamentou a Estratégia Biomolecular / Ortomolecular. 

A Medicina Biomolecular e Ortomolecular possuem comprovação científica quanto ao benefício para o ser humano sadio ou doente e por essa razão estão liberados para o uso no exercício da Medicina os seguintes procedimentos das suas práticas, sejam eles diagnósticos ou terapêuticos. Nota: Foram apresentados quase 6000 trabalhos científicos para a Comissão Consultora do CFM que foram aceitos como evidência de eficácia desta estratégia médica.

1- Vitaminas, sais minerais, aminoácidos e lipídeos para prevenção primária ou secundária respeitando os limites de segurança das doses de acordo com as normas nacionais e internacionais. Os tratamentos da prática biomolecular devem obedecer às comprovações embasadas por evidências clínico-epidemiológicas que indiquem efeito terapêutico benéfico. 
2- O EDTA(ácido etilenodiaminotetracético) está indicado para a remoção de metais tóxicos nos casos de intoxicações agudas ou crônicas.
3- O EDTA e a Procaína não têm valor no tratamento antiarteriosclerose, antienvelhecimento, anticâncer ou para doenças degenerativas. O valor do EDTA é restrito para retirada de metais tóxicos. 
4- A análise do tecido capilar está indicada no diagnóstico de contaminação / intoxicação por metais tóxicos.  
5- Nas doenças agudas podemos usar antioxidantes se houver comprovação embasada por evidências clínico-epidemiológicas que indiquem efeito terapêutico benéfico, de acordo com o artigo quinto.
6- Somente podemos utilizar antioxidantes no câncer nos casos que o quimioterápico empregado não funcione erradicando as células malignas por aumento de radicais livres. Quando o mecanismo de ação da droga quimioterápica não envolver aumento de radicais livres o uso de antioxidantes está liberado pelo Conselho. 
7- No envelhecimento, no câncer, na arteriosclerose e nas patologias crônico – degenerativas podemos suplementar com vitaminas, sais minerais, aminoácidos e lipídeos se houver evidências clinicas ou laboratoriais de deficiência. 

De real valor foi o artigo 6º da Resolução:                                                                                                    Os tratamentos propostos pela prática ortomolecular incluem: 
I. Correção nutricional e de hábitos de vida;
II. Reposição medicamentosa das deficiências de nutrientes;
III. Remoção de minerais, quando em excesso (ex.: ferro, cobre), ou de minerais tóxicos (ex.: chumbo, mercúrio, alumínio), agrotóxicos, pesticidas ou aditivos alimentares.
Neste artigo o Conselho Federal de Medicina se colocou à frente de muitos países afirmando que os médicos do Brasil devem se preocupar com a contaminação ambiental devendo livrar os pacientes não somente dos metais tóxicos, fato sobejamente conhecido, mas também dos agrotóxicos, dos pesticidas e dos aditivos alimentares.
Desta forma o CFM cumpriu seu dever de zelar pela saúde da população alertando os médicos para os perigos dos disruptores ambientais incluindo os aditivos alimentares como produtores de doenças, muitos deles ainda em uso pela indústria alimentícia.
Concluindo a Estratégia Biomolecular / Ortomolecular está Regulamentada pelo Conselho Federal de Medicina.
      Prof. Dr. Jose de Felippe Junior
      Doutor em Fisiologia pela Universidade de São Paulo
      Livre-Docente em Clínica Médica – UTI pela Universidade do Rio de Janeiro
      Consultor do CFM nas Resoluções 1500/98 e 1938/2010
      Fundador da Sociedade Brasileira de Medicina Biomolecular

Labels:

1 Comments:

Blogger Leo Carioca said...

Poxa, infelizmente eu não vi!
É que eu raramente vejo o Fantástico. Mas isso parece ter sido interessante!

4/19/2010 1:40 AM  

Post a Comment

Subscribe to Post Comments [Atom]

Links to this post:

Create a Link

<< Home