Sunday, January 07, 2007

Ο Πόθος, e Antonio Botto


ΤΟ ΑΠΕΝΑΝΤΙ ΠΕΖΟΔΡΟΜΙΟ: Η ΣΗΡΑΓΓΑ ΤΟΥ ΧΡΟΝΟΥ 6. MID 90�s

Σε αυτό το πολύ καλό Μπλογκ, μπορέι κανείς να βρει μια λίστα από τα περιεχόμενα του περιοδικού ο Πόθος που εκδόθηκε στην Θεσσαλονικη, μια πραγματικά πολύ καλή δουλειά, που δυστηχώς όμως δεν κράτησε πάνω από 2 χρόνια.
Αλλιώς μπορέιτε να πάτε κατευθεία στο http://www.gorgo.biz/ όπου και να κάνετε download σε pdf το εναπομείναν αρχείο του περιοδικόυ διαθέσιμο στο διαδίκτυο.

Os anexos acima são de uma revista em grego gay, a qual foi publicada em Thessaloniki a 2a maior cidade grega por 2 anos. este link é em formato pdf.
No blog tambem esta comentando o caso do poeta portugues Antonio Botto. Ele mudou para o Brazil depois da guerra, ele esta conhecido aqui? Segundo o Blg parece que não existe nada publicado, fora um livrinho de uma ONG gay no Portugal. Gostaria ter acesso a isso...

Labels:

6 Comments:

Blogger Mariposo-L said...

Ola
Alximist, como foi de festas , espero que bem !
Nunca tinha ouvido falar neste poeta , vou baixar o pdf depois te conto o que achei !!!

Um Abração para vocÊs !

1/07/2007 12:50 PM  
Blogger alximist said...

Pois...a revista é só em grego..acho que não vai etender nada. Minha itenção era avisar o que é o link...Mais o poeta do que eu li no blog, parece muito interessante.

1/07/2007 7:40 PM  
Blogger erva_cidreira said...

Não. Beijemo-nos, apenas,
Nesta agonia da tarde.

Guarda
Para um momento melhor
Teu viril corpo trigueiro.

O meu desejo não arde;
E a convivência contigo
Modificou-me - sou outro...

A névoa da noite cai.

Já mal distingo a cor fulva
Dosa teus cabelos - És lindo!

A morte,
devia ser
Uma vaga fantasia!

Dá-me o teu braço: - não ponhas
Esse desmaio na voz.

Sim, beijemo-nos apenas,
Que mais precisamos nós?

António Botto

Καλή Χρονιά!

1/08/2007 10:53 AM  
Blogger Mariposo-L said...

bonita a poesia dele ! O unico poeta grego que já li foi Konstantino Kavafis e gostei muito !

1/11/2007 10:28 PM  
Anonymous Anonymous said...

António Botto é


--------------------------------------------------------------------------------

Inédito

Nunca te foram ao cu
Nem nas perninhas, aposto!
Mas um homem como tu,
Lavadinho , todo nu, gosto!

Sem ter pentelho nenhum
com certeza, não desgosto,
Até gosto!
Mas... gosto mais de fedelhos.

Vou-lhes ao cu
Dou-lhes conselhos,
Enfim... gosto!

2/23/2007 11:47 AM  
Blogger alximist said...

Anonimo: obrigado pelo poema

2/24/2007 11:29 AM  

Post a Comment

Subscribe to Post Comments [Atom]

Links to this post:

Create a Link

<< Home